23 de julho de 2012

Pára-brisa ou bolha

Um pára-brisa numa Harley é imprescindível no caso de chuva, vento forte, e insetos. Mas se estiver mal dimensionado, pode se tornar um perigo. 
Há um tempo atrás fui fazer uma viagem e peguei chuva, não muito forte, porém os respingos dos caminhões me privaram de enxergar o que se passava na estrada; se algo caísse de um caminhão ou algum bichinho atravessasse a estrada seria impossível de ver.
Volta e meia passava a mão para tirar a sujeira, mas acabava espalhando-a ainda mais.

Um harleyro, que me viu pilotando durante um passeio, pediu licença para me dar um conselho - "eu já tive moto com pára-brisa e lhe digo que você não enxerga nada se chover, portanto corte o seu pára-brisa abaixo do seu plano de visão... Pois o risco de acidente nestas condições é altíssimo."

A princípio relutei um pouco porque não queria estragar a estética da bolha. Conversei com meu amigo Maccori e ele me disse que a outra opção seria pender a cabeça para a lateral do pára-brisa; e também me avisou que para viajar assim eu teria de ter uma certa experiência e disposição física... Imagine só a dor no pescoço...

Todavia, esses dias levei no Célio  e pedi que cortasse a bolha uns 15cm.
Vocês não imaginam como melhorou a aerodinâmica do pára-brisa. Como a gente se engana pensando que quanto maior mais nos protegerá contra o vento...


13 de julho de 2012

Aprendendo a pilotar uma moto! Por Mirta Fries

Todos achamos que já nascemos sabendo mas, quando se fala em pilotar uma moto deveríamos ter mais cautela, pois um simples descuido ou falta de experiência pode ser fatal.

Já tinha experiência em pilotar moto pequena, mas aprendi mesmo foi há um ano atrás com uma Honda 78 (Clássica) 750cc.
Hoje piloto uma Shovel Head 1340cc e me sinto segura pela experiência que tive pilotando uma moto menor, que me fez sentir segura antes de pensar em pilotar uma moto potente e pesada; atualmente sinto-me segura pilotando qualquer moto. Acho que um bom motociclista sobe em cima de duas rodas seja qual for e vai saber dominar.

Têm várias dicas que são muito úteis e uma delas a nossa amiga Vera Felippetto nos apresentou um vídeo de como colocar uma moto pesada em posição de partida e depois que vi o vídeo só tenho usado esta tática que realmente é muito boa.

Bem, espero que meu conselho tenha sido válido para vocês, principalmente mulheres que estão pensando em ser motociclistas.
Começar com uma moto de baixa cilindrada não quer dizer que você vai ter que ficar pilotando esta moto para sempre... Desejava uma moto potente, mas comecei com uma moto 750cc e hoje piloto minha Harley que sempre quis e me sinto orgulhosa e confiante.

Obrigada Vera pela oportunidade de transmitir a minha experiência no seu blog.

Mirta Mirna Fries ( gaucha2k@hotmail.com)

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.289033094440126.83611.100000003128586&l=589f47ef5a&type=1

Foram muitos km e quase que diariamente, não é mesmo Mirta?


Acompanhei a Mirta, via facebook, o tempo que ela levou praticando neste bela 750 Four... 


Vejam a faceirice de Mirta em cima da sua moto dos sonhos...


E VIVA A VIDA!!!

5 de julho de 2012

Deluxe e estrada de terra não combinam... Será???


Quando pergunto às pessoas se elas acham mais difícil subir ou descer uma rua de terra com sua Harley- as respostas são as mais variadas, pois, cada pessoa tem uma percepção diferente de uma mesma situação - o que é simples para um, é amedrontador para outro.
Como uma vez eu caí na subida, pensava que a subida era pior. Um amigo disse que achava pior a descida por causa da dificuldade de frear  uma moto pesada. 
Depois de alguns anos posso dizer que tudo é uma questão de prática, confiança e experiência.
Aprende-se:  como e quando frenar; qual a melhor marcha para subir e descer; onde e como parar;   ficar atenta para outros veículos, pedestres e animais...
Também fizemos uma marca na guia rebaixada de calçada, o que facilita a entrada correta. É como o Baccaro nos falava no curso de pilotagem - olhe para onde você quer ir e a moto acompanha.

Agora chega de conversê e vamos apreciar as belas paisagens de um lindo dia de sol, ao som de Tracy Chapman.


Sempre é uma aventura subir a rua de casa... Duvida? Então vem pra cá experimentar...

1 de julho de 2012

Pedágio - como pagar sem dinheiro


Esses dias me foi repassado um email com a informação de que, se por algum motivo de força maior nós não tivermos dinheiro para pagar o pedágio; é possível solicitar uma duplicata para ser pagar no banco. Conforme a Polícia Rodoviária, é um direito do cidadão.
Então, se você perdeu seu cartão do banco e ou não tem como tirar dinheiro, não precisa se preocupar com relação a pedágios.




Agora, se precisar de gasolina... Não tem como, o posto de gasolina não faz nada via duplicata...

Se você tiver mais alguma informação sobre isso, faça seu comentário.
Até a próxima postagem!

Veja também este link

Vìdeos Zen na Motocicleta